Viagem-Empresarial_287x123Empreender também é buscar o novo. Esta busca pode ser por novas parcerias ou novos mercados, e é uma maneira de, além de abrir portas, superar os momentos difíceis com boa perspectiva de crescimento. Por isso, o MGTI, por meio da Fumsoft e Sucesu Minas, e em parceria com a Câmara de Comércio Índia-Brasil está organizando, de 26/02 a 04/03, uma Viagem Empresarial à Índia.

O país é um importante ator no atual circuito mundial de TI. A criação de softwares e aplicativos, a excelência na prestação de serviços e o alto nível acadêmico na área, são alguns dos pontos que levam um número cada vez maior de empresas de tecnologia para o país asiático.

No circuito da viagem o grupo passará por Nova Delhi, a capital; Bangalore, considerada o “Vale do Silício” indiano; e Mumbai, que será a sede da ÍndiaSoft, feira tecnológica que será realizada em 03 e 04 de março, e que é conhecida internacionalmente como Índia IT Show. Pelo menos 150 empresas indianas mostrarão seus produtos de inovação e tecnologia da informação na feira.

O grupo embarcará em 26/02, chegando a Nova Delhi em 28/02 pela manhã. Entre 29/02 e 04/03 participarão de um seminário de oportunidades em TI, visitas técnicas à grandes empresas, coquetéis, um jantar e visitarão a ÍndiaSoft. Serão oportunidades para fazer negócios, ampliar os conhecimentos técnicos e fazer um networking internacional.

O presidente da Câmara de Comércio Índia Brasil, Leonardo Ananda, comenta que, além de ser referência em tecnologia da informação e comunicação, a Índia, “é também um hub de desenvolvimento de novas tecnologias. Como Minas também está se tornando um destaque em TIC, nossa ideia é proporcionar parcerias”. E Ananda explica, “não é apenas levar Minas Gerais para a Índia, ou trazer a Índia para Minas. Mas sim, unir a técnica e a competitividade indiana com a criatividade mineira para, através de parcerias, buscar grandes clientes mundiais”.

No radar mineiro

O vice-presidente executivo da Sucesu Minas, Leonardo Soltz, afirma que buscar novos ecossistemas é foco da instituição. Por isso, a Índia, sendo um grande polo de TI, foi avaliada pela entidade, tornando-se foco na busca de novas tecnologias e negócios. Em relação a Viagem Empresarial Soltz diz que, “é uma viagem extremamente produtiva para as empresas, não só sobre o potencial desse país como cluster de tecnologia, mas também sobre o que ele fez para chegar a este nível”.

Já o diretor de Negócios Internacionais da Fumsoft, Leonardo Dicker, conta que o país asiático era alvo de sua área. “A Índia hoje possui grandes parques tecnológicos, enormes investimentos públicos e privados na área e um dos maiores contingentes para outsourcing do mundo”. Sobre o que se pode esperar da viagem, Dicker diz que, “a expectativa é que as empresas participantes dessa conexão consigam realizar negócios com as empresas locais, tanto para a troca de tecnologia quanto acordos comerciais”.

A viagem

Quando: de 26/02 a 04/03.

Roteiro: Índia: Nova Delhi, Bangalore e Mumbai.

Informações: área de Negócios Internacionais da Fumsoft; com Joyce Mercês: (31) 3194.7656 – joyce.merces@fumsoft.org.br